PARE, LEIA E REFLITA: O julgamento nos dias de hoje e suas consequências


Julgamento: no dicionário, essa palavra aparece com o significado de ato ou efeito de julgar; opinião, juízo, apreciação: submeto-me ao seu julgamento. Quando esse movimento acontece para o lado negativo, uma espécie de pré-julgamento que se dá sem conhecer a verdade do outro, pode ser ainda mais incisivo, mais prejudicial nas relações. O mundo sempre foi feito com julgamentos, mas a era da internet trouxe consequências ainda maiores, já que todos podem ver, acompanhar e julgar a vida do outro.


Mas qual é a consequência desse ato? O julgamento sempre se dará a partir de uma atitude. Uma atitude não diz tudo sobre uma pessoa, a vida inteira dela. Mas ao julgar essa atitude, você colocará essa pessoa em uma situação ou lugar que não necessariamente traduz sua essência. Cada pessoa enxerga a vida sob uma perspectiva diferente e cabe a cada um de nós entendermos e respeitarmos a escolha das pessoas ao redor.


A narrativa da vida é feita sob o olhar individual e, ao julgar determinadas atitudes ou situações, estamos diminuindo a verdade do outro. Os dias de hoje pedem calma, respeito, mais empatia. Sim, a palavra “da moda” faz todo sentido quando olhamos para situações cotidianas.


Devemos nos lembrar que o outro também se encontra vulnerável, sensível, pode errar, sim. Assim como nós. Ninguém vive uma vida perfeita. Antes de julgar o outro, é preciso olharmos para nós mesmos, nossa vida, nosso interior. E se perguntar: por que estou apontando o dedo para essa pessoa, se eu posso cuidar e tentar melhorar minha própria vida, meu próprio destino?


Fazemos um convite a você, querido leitor: vamos repensar como lidamos com o outro e melhorar as nossas relações? Esse caminho de reflexão se faz necessário para mudanças significativas na sociedade em que vivemos. Estejamos prontos para fazer movimentos positivos e, assim, melhor o mundo e deixar bons aprendizados durante nossa passagem por aqui. Vamos nessa?

56 visualizações0 comentário